PORTEFÓLIO

TEATRO & ESPETÁCULOS

Pedra Formosa

A CRIAÇÃO

PEDRA FORMOSA é uma criação que pretendia inspirar e motivar uma sociedade portuguesa no pico de uma crise económica sem precedentes e perdida de identidade. A narrativa alimentava a importância de lutar pelo que acreditamos e sonhamos mesmo quando toda a maré não está a nosso favor.

O espetáculo esteve inserido no programa Tempos Cruzados, parte integrante da programação da Guimarães Capital Europeia da Cultura 2012, foi uma produção de grande escala que juntou um vasto elenco de atores profissionais e atores amadores, aos quais se juntaram voluntários da comunidade e estreou, de forma inédita, nas ruínas da Citânia de Briteiros.  O sucesso de tal arrojo desencadeou uma série de outras experiências artísticas no mesmo local e uma repetição do mesmo espetáculo, todos os verões, durante 3 anos.

SINOPSE

Em 1833 nasce Francisco Martins Sarmento, precisamente 2000 anos depois do nascimento de Túrio, na tribo dos Bracarii e de Viriato dos Lusitanos.  Aquando do seu quadragésimo primeiro aniversário Francisco recebe a visita de uma estranha mulher que lhe revela um sonho enterrado, fundado por esses dois guerreiros de tribos rivais.

Abalado pelo evento Francisco acaba por se envolver em escavações e rapidamente se deixa fascinar pelo povo que desenterra e cujas descobertas relata efusivamente ao seu grande amigo escritor Camilo Castelo Branco.

 

Esta dupla improvável acaba assim envolvida numa aventura única que os levará a presenciar em primeira pessoa o viver dos Celtiberos nos dias em que Viriato, o grande Lusitano, Terror Romanorum do Império, inicia a Guerra do Fogo que ateará as chamas de um sonho perpétuo e dará a Portugal uma das suas mais valiosas pedras basilares.

Por fim, a Martins Sarmento é revelada a missão de uma vida, acendendo-lhe o fogo para um objetivo intemporal.

FICHA TÉCNICA

  • COM: Pedro J. Ribeiro / Simão Luis / Janela Magalhães / Sérgio Araújo, entre outros
  • GÉNERO: Drama / Histórico / Fantástico
  • DURAÇÃO: 60 minutos

  • ANO DE PRODUÇÃO

    2018

  • REPOSIÇÕES

    2013 / 2014

  • MECENAS:

    Capital Europeia da Cultura Guimarães 2012